Prefeitura de Bom Jardim incentiva e direciona mais recursos para agricultura familiar através do PNAE.

Prefeitura recupera estrada de acesso a assentamentos na região da Bela Vista
5 de fevereiro de 2018
Prefeitura convida idosos para tradicional Baile de Carnaval no CRAS nesta Sexta (9).
8 de fevereiro de 2018

Agricultores de Bom Jardim se preparam para fornecer a merenda escolar para alunos da rede publica.

A Prefeitura Municipal de Bom Jardim quer incentivar e fortalecer a agricultura familiar no município. Por isso, vai direcionar mais  verba do PNAE – Programa Nacional de Alimentação Escolar para este segmento. Isso ocorrerá nesse semestre, quando os interessados atenderão à chamada pública do município que elenca 32 (trinta e dois) itens alimentícios, todos com produção confirmada no território, dentre eles, Arroz, Feijão, Variedades de Farinha, Variedades de Bolo e Etc…

O apoio ao desenvolvimento sustentável, com incentivos para a aquisição de gêneros alimentícios diversificados produzidos em âmbito local e, preferencialmente, pela agricultura familiar, é uma normativa da Lei 11.947/2009. Desde então, os municípios vem direcionando no mínimo 30 por cento dos recursos financeiros repassados pelo FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação no âmbito do PNAE.

 

Equipe da Secretaria de Agricultura Familiar dá assistência aos produtores na elaboração de Projetos para a participação do PNAE.

De acordo com o Secretario de Agricultura Elber Oliveira, a ação visa valoriza incentivar a produção local “Os agricultores estão sendo atendidos pela equipe da SEMAF, onde estamos ajudando na elaboração dos seus planos de acordo com suas produções, neste ano, tivemos um aumento de participação dos produtores, e com isso, o governo aumentou os recursos para esse segmento, esse é um programa da Educação, mas nos que mobilizamos os agricultores para a participação” Explica o Secretario.

Esse Bom Jardim vai além. A Prefeitura decidiu que, se houver fornecedores para todas as demandas, a merenda escolar será quase que totalmente servida pelos produtores locais. Uma política aplicada com base no incentivo e valorização dessas famílias que, corriqueiramente, deparam-se com impactantes concorrentes de mercado e, desprivilegiadas, acabam tendo sua renda abalada.

O Agricultor Raimundo Nonato da aldeia indígena Januaria está ansioso para a participação, e espera ter seu cadastro aprovado para fornecer alimentos para a merenda escolar em 2018 “Vamos ter uma renda por mês, e isso é importante pra gente mandar produtos para a escola, a equipe da Secretaria de Agricultura vem nos dando total apoio e a gente acha isso muita diferença” comemora.

A Secretaria de Agricultura de Bom Jardim informa que os agricultores que ainda tem interesse em participar do programa que procure o prédio da SEMAF localizado na Rua Arlindo Meneses, em frente a CAEMA até o dia 21 de fevereiro.

 

www.obomja.com