Assistentes sociais do CRAS realizam palestras de conscientização na zona rural.

Com apoio da prefeitura, representantes elegem Conselho Municipal de Políticas Culturais.
31 de maio de 2017
Confira as escalas de atendimentos e plantões médicos no Hospital Municipal e Centro de Saúde.
1 de junho de 2017
Exibir tudo

Campanha contra o abuso sexual de Crianças e Adolescentes chegou a Zona Rural.

Assistentes sociais do Centro de Referência da Assistência Social – CRAS realizaram neste mês uma série de palestras nas escolas da zona rural de Bom Jardim, para tratar do tema do abuso de crianças e adolescentes. A programação foi estabelecida para o dia 18 de maio, que marca o Dia de Combate ao Abuso Sexual e Exploração Infantil, mas que se estendeu durante todo o mês, onde aconteceram uma série de eventos, que incluíram palestras, caminhadas e ações de conscientização para os riscos do abuso de menores de idade. A assistente social Camila Silva da Conceição acredita que as palestras realizadas foram muito importantes, tanto para prevenir como para identificar casos de abuso nas regiões mais distantes da sede.

As escolas da zona rural que receberam as palestras foram CE Manuel Bisola e CE Machado de Assis, na Vila Bandeirante, EMEB Castro Alves, no Cassimiro, Creche Sorriso Feliz, no Oscar e Nagib Haickel, no KM 18 e escolas de áreas indígenas. Durante as palestras foram exibidos vídeos didáticos e explicações especializadas sobre o assunto. “Neste ano, nós demos mais ênfase na zona rural, já que antes eram contempladas somente as escolas da sede e, neste ano, resolvemos fazer nas escolas da zona rural e aldeias”, afirma a assistente social.
As ações de proteção a infância envolvem Ministério Público e outras entidades. “Temos uma parceria muito boa com o Conselho Tutelar e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS, pois o CRAS trabalha com a prevenção, mas em casos que já aconteceram, encaminhamos ao CREAS para que eles acompanhem mais de perto, em conjunto com o Conselho Tutelar”, explica. O CRAS conta hoje com o acompanhamento de profissionais de Assistência Social e Psicologia. O atendimento é realizado de segunda a sexta, das 9h às 18h, aberto para toda a comunidade nas duas sedes, no Centro e Vila Esperança.

1 Comentário

  1. Edna Oliveira disse:

    Informação é tudo né? Legal a dedicação de colocar as informações e acontecimentos de ação da prefeitura.
    Só uma crítica construtiva, o dono do texto deveria ser identificado.
    É uma boa produção, o nome da pessoa que produziu o texto deveria vir explícito. Em cada matéria tem que ter o nome de quem escreve. Mas parabéns ????????????????????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + dez =